(43) 3375-7555

FALE CONOSCO

Novos Ambientes

Os alunos do Colégio Londrinense vão retomar as aulas na próxima semana com duas novidades: a Sala Maker e o Laboratório de Criação, ambientes modernos e agradáveis para estimular a criatividade, as ideias inovadoras, o trabalho em equipe e o bom uso de recursos tecnológicos. Os espaços foram inaugurados nessa quarta-feira, 19 de julho, pelo diretor geral e reitor da UniFil, Eleazar Ferreira, o diretor educacional Luciano Maia, coordenadores, orientadoras, professores e demais colaboradores do Colégio Londrinense.

A Sala Maker fica ao lado do pátio da cantina e dispõe de 10 mesas com capacidade para 50 alunos. São cinco lugares em cada uma, proporcionando interação e integração nas atividades acadêmicas. O Laboratório de Criação, na entrada lateral do teatro, tem inicialmente seis mesas para 30 alunos, mas a capacidade pode ser ampliada. Os dois ambientes contam com suporte para uso de equipamentos e materiais de apoio, além de rede Wi-Fi para acesso rápido e navegação segura na internet.

“Os espaços foram cuidadosamente projetados para inspirar e nutrir a curiosidade e a imaginação dos nossos estudantes. São locais dedicados à experimentação e à prototipagem, incentivando os alunos a explorar, testar e construir seus próprios projetos, dando asas à inventividade. O objetivo é desenvolver habilidades, aprimorar talentos e convidar a pensar ‘fora da caixa’, para superar obstáculos e aprender com resiliência”, afirmou o diretor educacional Luciano Maia.

O diretor geral Eleazar Ferreira ressaltou que crianças, adolescentes e jovens precisam de espaços atrativos, onde tenham vontade de realizar atividades e sintam prazer em aprender. “A proposta é que o aluno conheça os ambientes e peça ao professor para ter aula ali, motivado a compartilhar experiências com os colegas num lugar cheio de cores, design diferente, tecnologia à disposição e convívio amigável. Sair da sala de aula tradicional e vivenciar a escola em ambientes propícios à criação e à inovação”, destacou.

“Como as crianças já sabem usar computador, smartphone e tablet antes de aprender a ler e a escrever, a escola precisa se adequar ao mundo digital”, salientou o diretor Eleazar Ferreira. “A tecnologia permeia a vida, assim o Colégio Londrinense está contextualizado nesta nova realidade. Nosso compromisso é oferecer o que há de melhor na construção do fundamento educacional dos alunos, com arquitetura moderna, recursos tecnológicos, ambientes saudáveis e metodologia que instiga. Tudo com o alicerce, a competência e a responsabilidade de uma excelente equipe de professores”, afirmou.

A Sala Maker e o Laboratório de Criação podem ser utilizados por alunos de todos os ciclos, desde a Educação Infantil até o Ensino Médio. Em breve, o Colégio Londrinense contará com mais uma Sala Maker, já em fase de instalação.

VEJA AS FOTOS